Jogo: O Segredo de Henri

07/08/2017 || || ||
Oi lá pessoas! Não posso dizer que voltei, mas posso dizer que já tem mais um jogo da Beemov me atazanando por aqui! Vocês não me cansam de pedir para que eu jogue os jogos dessa empresa? Dessa vez eu demorei pra fazer o post porque eu e a pessoa que geralmente me empresta a conta jogamos juntos, aí vocês sabem, né? Achar tempo que se encaixe na minha rotina e na dela acaba sendo bem difícil. Mas eu acho que já joguei o suficiente para fazer um post como esse. Então antes de mais nada, vamos lá...

Sinopse + Personagens
Todo mundo já deve ter visto o trailer disso, mas pra resumir, é basicamente um clichê nerd + popularzinha, Lyla é a popularzinha e tenta fazer amizade com Henri, que seria o nosso nerd de poucas palavras que entrou agora na escola. É notável onde isso vai dar, né?

Clement e Jasmine são os melhores amigos da Lyla, a protagonista. Clement é bem brincalhão e "relachado", já a Jasmine é a "amiga clichê", dos esmastes e das "coisas de garotinha", ela tem um ídolo que seria tipo um "Justin Bieber do rock", todas as meninas gamam e acompanham. Além disso, tem o Alex, que é o irmão da Lyla e também é popularzinho, ele curte "pegar geral" e jogar vídeo game.

Trilha Sonora
Repetitiva e chatinha, é incrível o quanto até a trilha sonora disso consegue ser clichê, nossa... Eu achei que já tivesse visto de tudo, mas trilha sonora clichê é a primeira vez. E se analisar bem, é um tom bem parecido com o Amor Doce -apesar da trilha de AD ser melhor-. O bom é que além das músicas, também tem uns sons quando fazemos as coisas, como o bater de portas, o toque do sinal e coisas afins, aí sim achei legal porque dá mais vida e dinâmica ao jogo. Mas fora isso, nada demais.

Jogabilidade
Quando digo que vou criticar eternamente o sistema de bilhetes e pontos das visual novels, eu tô falando muito sério, eu odeio essa porra desse sistema! Pra gente sem tempo e esquecida como eu, esse sistema é o pior de todos! Isso de entrar todo dia pra obter cenas acaba comigo, ainda bem que não foi eu que juntei essa merda! Mas enfim, é justo, eles precisam obter dinheiro de alguma forma e o sistema de pontos e bilhetes é ótimo pra obter dinheiro de quem não quer juntar cenas.

Fora meus desabafos com o sistema de pontos, até que a jogabilidade é... Péssima! Mano, o nome já tá dizendo: Jogo, você joga. Mas não, o jogo só atira cenas em você e a maioria delas você não interage com nada. Estou no capítulo três e até agora só fiz quatro interações que eu considere relevantes. "Ah Hari, mas tem um monte de cenas que você tira fotos com o celular" Tirar fotos? Com o celular? Se você acha que isso é uma interação muito interessante, você vai pirar muito com certos jogos bons... Além disso, as fotos do celular, no geral, são desnecessárias, tá ali só pra encher o saco e ocupar espaço, sem falar que é muito chato ficar abrindo o celular direto.

Gráficos
Só não critico o jogo todo porque não dá, os gráficos são impecáveis, os melhores gráficos de Visual Novel que já vi na vida, sem zoeira! Os personagens se mexem e piscam os olhos, mano, não tem nada melhor -às vezes é estranho, mas a gente se acostuma-. Além disso, os personagens principais têm três opções de roupa e apresentam muitas, muitas expressões. Até a posição dos personagens principais mudam! É realmente interessante de ver o quanto foi trabalhado esforço nos gráficos.

Os cenários são igualmente perfeitos, sem erros ou incoerências, e são muitos cenários, muitos, muitos, muitos... Uma coisa ótima é que você não transita por entre os cenários, você só vai. Nos poupa trabalho de ir em trezentos lugares antes de achar o lugar certo. Há pessoas que não gostam, eu gosto, mas seria melhor se fosse com uma outra jogabilidade, sabe? Como você controla o mínimo de ações, seria mais interessante se pudéssemos transitar, mas enfim...

Minha Opinião Geral
O jogo não vale a pena, sabe? Nossa, o Segredo de Henri... Que segredo, miga? Todo mundo já sabe desse segredo, tem no trailer do jogo, no trailer! E mesmo que não tivesse, fica óbvio assim que você avança um pouquinho no jogo, nem precisa avançar muito, sabe? É um jogo muito clichê e óbvio, chega a ser irritante, a única coisa que te prende ao jogo é o gráfico. Aliás, acho até que o jogo foi um teste da empresa pra fazer um gráfico foda. Só pode.

Além da história clichê e cansativa, não mostra interações efetivas e mexer no celularzinho no canto da tela é um saco, pois ele sai automaticamente depois que você faz qualquer coisa, aí você tem que abrir o celular repetidas vezes pra fazer uma interação completa, como um confronto ou coisa assim. E a protagonista é chata. É, o que foi? Ela é chata mesmo, se mete nas coisas e fica fuçando o quarto da melhor amiga. Você confia em alguém que fuça seu quarto? Eu não.

Enfim, pra não falar mais que o necessário sobre essa lástima que joguei pra agradar a pedidos -não é mesmo, Indy? Você deve estar rindo agora-, vou encerrar o post por aqui. Tchau pra vocês e até a próxima semana... Eu acho...

4 comentários:

  1. Eu sinceramente estava com preguiça de ler o textão, porque o jogo mesmo quando fui tentar jogar já nem ao menos terminei o primeiro capitulo de tão entediante que estava. Mas acabei lendo seu textão, e mano do ceu, concordo com TUDO!!!!
    Muita gente foi logo pagar pau pro jogo por ser da criadora de Amor Doce e Eldarya... Mas santo deus, que coisinha chata. O que mais me deixou triste é: eu já tinha percebido que o jogo seria mais dialogo que alguma interação com cenário, como por exemplo no Eldarya. Mas esse está muito sem sal. Logo no começo, na primeira cena como irmão no carro já lhe tira todo o animo. E como você mesma disse: até o audio dá sono!

    Fiquei muito decepcionada com esse joguinho...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nosfa, esse é um dos menores posts que publiquei nos últimos dias, imagine se não fosse -qq
      E QUE BOM QUE CONCORDA, MDS!! E eu vendo um monte de gente jogar tipo "Nossa, cool!", nada de cool, meio entediante com aquele sono insuportável. O jogo não sabe prosseguir histórias e tirou totalmente o elemento surpresa nos trailers. Enfim, foi uma merda, a única coisa que salvou algo foi a arte em si que está muito detalhada e bonitinha, mas a gente não vive só de arte, não é mesmo?

      Compartilho de sua decepção...

      Excluir
  2. Ola!
    Quando eu li na beemov '' o segredo de henri'' pensei '' jesus! novo jogo! deve ser demais'' mas foi ai que aprendi que nao se pode criar esperanças com algo que vc nao sabe o que é, vi o trailer '' nossa, nao era segredo? '' quem nao sabe que no final a nossa querida e lastimada protagonista vai se apaixonar por um carinha cantor de rock que se fingiu de nerd so para nao ser notado? Francamente, parei de jogar so por causa da porcaria de pontos que tinha que arrecadar por dia. Se nao fosse por Eldarya, eu com certeza nunca mais iria querer ver beemoov na minha vida, vc ja jogou aquela porcaria de cromimi?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O trailer é muito mal feito, trailers servem pra dar uma prévia e não pra dar spoiler do jogo... Mas tudo bem, só joguei porque tem gente aqui no blog que é viciado nessa empresa e pede pra eu jogar quase tudo! E realmente, Eldarya é o único jogo bom da beemov, mas não tenho tempo a dedicar ao game. E nem quero jogar cromimi, deve ser uma porcaria

      Excluir

Vai comentar? Leia as regrinhas:

~ Pode abusar dos palavrões o quanto quiserem, mas ofensas serão excluídas. Caso queiram criticar, críticas construtivas por favor;
~ "Seguindo, segue de volta?" Sim, mas fale um pouco do post também;
~ Pedidos? Fiquem a vontade;
~ Lemos a todos os comentários e sempre os respondemos;
~ No fim do comentário deixe o link de seu blog, se gostarmos, seguimos com prazer .

Pode comentar agora!